sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Conformismo religioso, será a resposta para essa geração ? (por Edinei Pellin). PT 1/3



Conformismo religioso, será a resposta para essa geração ?


Em entrevista a um programa radiofônico, ouve-se a seguinte pergunta:

Entrevistador:

- Pastor, o que o senhor acha do Projeto de Lei encaminhado ao Congresso Nacional a respeito da Liberação da Maconha? Eu particularmente sou contrário, pois acredito que só traz malefícios a sociedade, e o senhor, o que acha ?


Pastor:

- Não há muito o que se fazer a respeito, e não podemos fazer nada contra isso, a própria palavra de Deus nos diz que nos últimos dias a iniqüidade iria se multiplicar, e por isso a igreja não pode fazer nada contra isso. O negócio é orar e jejuar, e pedir para Deus tocar nos corações das pessoas que usam a maconha para serem libertas, e para libertar só com jejum e oração.


Ao nos depararmos com um texto como este, é imprescindível que um sentimento de repúdio nos aflore a alma, pois o evangelho por muito tempo tem tido suas bases pela opinião popular como ignorante, ou desprovido de posição intelectual nas suas afirmações. Vamos nos ater a algumas informações importantes sobre o questionário feito pelo entrevistador.

Em sua pergunta ele salienta alguns fatos interessantes, Primeiro já estabelece uma relação intencional em favor da crítica do pastor em relação ao assunto abordado pois sabia que o pastor entrevistado trabalha com jovens libertos da dependência das drogas em sua igreja, e portanto deu oportunidade para que o mesmo aproveitasse o "gancho" para criticar, ou até mesmo mobilizar as pessoas em relação a necessidade de um trabalho contra a liberação desse Projeto de Lei. Segundo, após a pergunta ele enfatiza se posicionando contrário a liberação da maconha por motivo sociológico, e afirma com categoria que esse tipo de droga só traz problemas para a sociedade.
Nos parece então totalmente lógico a oportunidade que o pastor teve de trabalhar o assunto e aconselhar a sociedade contra a utilização e criticar o projeto de lei liberando tal absurdo em meio de uma sociedade sem preparo algum para liberação de tal droga.


As colocações do pastor foram por demais fracas e sem respaldo bíblico, e já iremos mostrar o porque disso, e ressaltar que o comodismo cristão não possui qualquer respaldo da palavra de Deus e a mesma em nenhum momento nos dá o direito de nos ater a acomodação, mas que esta nos traz um sentimento de revolução, de libertação, e de luta pelo reino de Deus.
Contrariando  a frase não há muito o que fazer a respeito, podemos lembrar do próprio Cristo que me sua caminhada era inicialmente só, e que mesmo vendo o povo ( judeu ) mergulhado na religiosidade, não desistiu em proclamar as boas novas. Abrangendo mais a situação o mundo da época era totalmente pagão, e mesmo assim não desistiu em se sacrificar por todos.

O povo brasileiro em sua essência é um povo com um cunho de confusão intelectual e  de princípios, tanto em âmbito cultural quanto moral, isso se dá por vários motivos, por ser colonizado por várias etnias diferentes, diversos pensamentos religiosos, liberdade filosófica e outros fatores mais que nos tornam um país laico. É fato que a grande proliferação de informações e o acúmulo de pensamentos diversos, acerca de um determinado assunto, com a falta de leitura das escrituras sagradas ( bíblia ), tem transformado nossos cristãos em verdadeiros "achistas", o que muitas vezes leva ao comodismo religioso, esquecendo que são herdeiros do céu, mas cidadãos da Terra, tendo assim obrigações espirituais e materiais.


O cristão antes de tudo é um cidadão e tem por direito e obrigação lutar pela não liberação da maconha, visto que a mesma é prejudicial a saúde e compromete o senso de decisão do homem (http://www.bancodesaude.com.br/maconha/a-verdade-sobre-maconha ) , fazendo assim com que o homem perca um direito dado pelo próprio Deus, que é  o de decidir suas atitudes conscientemente, comprometendo seu livre arbítrio e prejudicando suas atitudes. Não estamos aqui contestando o fato dos usos medicinais da erva, que de forma CONTROLADA, assim como tantas outras drogas auxiliam na cura de doenças e até mesmo para a efetivação de cirurgias e outras coisas mais. E para não contradizer o texto e eliminar críticas posteriores, o pecado não está em ter a substância no organismo, pois senão os cristãos seriam contra o uso dos medicamentos que pudessem produzir efeitos de perca de razão como anestesias ou medicamentos para dor e outras coisas usados na medicina para cura de doenças.
Mas no uso dessas substâncias para alimentar os desejos oriundos das satisfações aos anseios da carne ( Ef. 5:18 ), simplesmente para seu próprio prazer aflorando os desejos
 ( oriundos do pecado ), causando aquilo que desde o princípio foge da natureza ao qual Deus criou o ser humano, que era para o adorar. E com isso acaba simplesmente buscando a satisfação de suas concupiscências se colocando como o centro de sua vida, acreditando ser seu próprio provedor.  
 ( matéria interessante sobre a carne: http://www.estudosdabiblia.net/a11_1.htm )


Continua na parte 2...



Autor: Edinei Pellin.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Falando sobre a igreja Brasileira - Entrevista com o Cantor Judson de Oliveira (Video)..

Eaw pessoal blz?

Hoje deixo pra vocês uma entrevista que a cantora Nívea Soares (Benção Pura) fez com  o Ministro de Adoração Judson de Oliveira (Benção Pura Também),rsrsr...Um homem que admiro,pois é muito ungido por Deus.Posso dizer que toda vez que ouço os hinos desde homem,e ouço suas pregações,os Espírito Santo me toma de uma maneira extraordinária.Tenho certeza que você vendo essa entrevista,vai ser impactado pela unção de Deus na vida desse homem e a mensagem passada.Esse video fala bastante da igreja Brasileira,vale a pena conferir.Sei que assim como essa video  provocou em mim a vontade de ser mais íntimo com o Senhor,e de se esforçar para proclamar o Evangelho,vai provocar em você também.


ELIONAI DE SOUSA...

Paz de Cristo....

quinta-feira, 2 de agosto de 2012